Minia Biabiany

Sobre

1988, vive e trabalha em Basse-Terre, Guadalupe

Em sua prática, Minia Biabiany utiliza a desconstrução de narrativas por meio de instalações, vídeos e desenhos e constrói poéticas efêmeras de formas em relação às realidades coloniais. Seu trabalho começa com uma investigação sobre a percepção do espaço e explora o paradigma relacionado ao processo de tecelagem e a noção de opacidade na linguagem visual, oral e escrita. Iniciou o projeto coletivo artístico e pedagógico semillero Caribe em 2016 na Cidade do México e continua a explorar a desconstrução de narrativas com o corpo e conceitos de autores caribenhos com sua plataforma pedagógica e experimental experimental Doukou.

 

http://www.miniabiabiany.com/