Volta Grande - Alexandre Estrela

Cadeira HM alta
Período

30/03 – 01/06/2019

Alexandre Estrela (Portugal, 1971) trabalha principalmente com vídeo e fotografia para discutir a relação entre matéria, imagem e percepção. Seus trabalhos apresentam representações da natureza através de diversas tecnologias de reprodução de imagem, para discutir os cânones da história da arte, assim como estudos comportamentais, física, acústica entre outras ciências. O projeto do artista no Pivô reunirá trabalhos de diferentes momentos de sua produção.

Sobre o Artista

Alexandre Estrela, 1971, vive e trabalha em Lisboa

Entre suas exposições individuais recentes estão Lua Cão (with João Maria Gusmão + Pedro Paiva), um projeto iniciado em 2017 pela Galeria Zé Dos Bois em Lisboa que itinerou para a Kunstverein München e foi concluída na La Casa Encendida  em Madri em 2018; Knife in the Water, 2018, na galeria Travesía Cuatro, Madri; Ouro Mouro, 2018, no Quetzal Art Centre, Vidigueira, Portugal; Baklite, 2017, no CAV Centro de Artes Visuais, Coimbra, Portugal; Cápsulas de silencio, 2016, dentro do programa Fisuras, no museu Reina Sofia, Madri; Roda Lume, 2016, no Museu de Arte Contemporânea da Antuérpia, M HKA, Bélgica; Meio Concreto, 2013, no Museu Serralves, em Porto, Portugal; Um homem entre quatro paredes, 2013, na Pinacoteca do Estado de São Paulo, Brasil; The Sunspot Circle, 2013, na The Flat Time House, Londres, Reino Unido, entre outras.

Também participou de diversas coletivas e bienais, tais como Anozero – Bienal de Arte Contemporânea de Coimbra, 2017, curadoria Luíza Teixeira da Freitas; L’exposition d’un Rêve, 2017, no Gulbenkian Foundation Paris, ACMI Melbourne e na TATE Modern, um projeto de Mathieu Copeland; Hallucinations, Documenta 14, 2017,  Atenas, curadoria Ben Russel, entre outras.