Ensaios Visuais

Wojtek Kostrzewa

23 jan, 18h15


Entre 19 de setembro e 21 de dezembro eu participei do programa Pivô Pesquisa, onde eu tive a possibilidade de executar projetos no espaço público de São Paulo.

Meu projeto inicial não tinha nenhuma forma ou planejamento particular. Minha participação assumiu a máxima abertura à situação assim como à redefinição da minha linguagem artística. A ideia principal oscilava em torno da noção de ser novo em um lugar, trazendo a posição de “Visitante” em uma interpretação mais abrangente. Logo após a minha chegada, entendi que trazer a minha narrativa para uma cidade de escala tão grande com tantos problemas visíveis exigiria uma mudança na minha estratégia.

A maior parte do tempo eu passei na rua, observando a realidade e arquitetura de São Paulo em vez de ficar no ateliê. Minha intenção era trazer trabalhos que pudessem interagir com a cidade. Durante o período de residência, eu realizei dois projetos no espaço público.

O primeiro deles intitulado “Possibilidade de diálogo” foi baseado em formas observadas nas ruas e se referia à falta de comunicação real entre os grupos de interesse. O segundo, intitulado “Ponto de referência”, estava ligado diretamente à escala da cidade e à possibilidade de de se perder na confusão – tanto física quanto politica. Ambos os projetos foram criados como partes da cidade para serem corroídos e por fim desaparecerem na paisagem de São Paulo.

Além das intervenções, eu tive a ótima oportunidade de me envolver em um diálogo com o artista Marcelo CIdade e em uma colaboração com a artista Clara Ianni.

Os materiais que eu recolhi durante as minhas caminhadas na cidade estão incluídos no meu projeto fotográfico intitulado “Nossas cidades foram construídas para serem destruídas”.

O Pivô preparou ótimas condições para o meu trabalho e me ajudou com as conexões na cena de arte local. A possibilidade de viver e trabalhar em São Paulo, mesmo que por um período curto de dois meses foi ótimo pra mim. Por muitos anos tenho me interessado pela arte contemporânea brasileira; poder contribuir nesse cenário artístico foi de grande importância para meu crescimento artístico.

 

A residência do artista Wojtek Kostrewa foi realizada com o apoio do IAM – Culture.pl