Ensaios Escritos

Flora Rebollo

27 out, 14h02


Daria, Dasha, Dashenka, Dashka

 

Daria respirou dez vezes e descreveu tudo depois de fechar os olhos. Fiquei um instante parada na porta para depois acordar num lago onde um jacaré me observava de longe. Deixei meu corpo afundar e em pouco tempo ele me partiu ao meio, entrei na barriga do bicho. O escuro pode ser tanto um espaço onde mergulha uma língua como uma superfície onde fervilham corpos sem nomes. “Que tudo fique escuro, que tudo fique claro, que tudo permaneça cinza, é o cinza que se impõe, para começar, sendo o que é, podendo o que pode, fingir de claro e de escuro, podendo se esvaziar deste, daquele, para não ser mais um que o outro. Mas talvez eu teça sobre o cinza, no cinza, ilusões”(1) Pedaços de coisas e coisas que ainda não existem flutuavam. “A forma como formação faz pulsar algo que ela presentifica e retira ao mesmo tempo, despertando uma visão que não se contenta com  o que vê, que deve reconstruir, reformatar incessantemente o que vê.”(2) Era algo como com um omelete, ou um vômito. Dasha apontava para dentro e para fora ao mesmo tempo. Um ectoplasma é uma substância etérea que ao se exteriorizar se materializa, dizem que só os médiuns tem essa aptidão.  Para falar de tudo ao mesmo tempo é preciso não falar de nada, deixar atravessar. Fui fazendo um mapa,  não sei onde ele leva, acho que ajuda a caminhar no meio.  Parecia ciência. “Na alquimia o Nigredo ou operação negra é o estágio em que a matéria é dissolvida e putrefacta. Nigredo é uma palavra em latim que significa escuro. Foi adotada pelos alquimistas para designar o primeiro estado da alquimia: a morte espiritual. É sucedido pelos estados Albedo (purificação), Citrinitas (despertar), e Rubedo (iluminação). Os alquimistas acreditavam que no primeiro passo para a Pedra Filosofal, todos os ingredientes tinham que ser preparados até criarem uma matéria preta”(3). Gosto de pensar que nesses desenhos forma e conteúdo nasceram juntos e informaram um ao outro.  Dashenka foi tirando algumas características de verbo e dando algumas características de nome, ou era o contrário? Não havia nenhuma bandeira hasteada. A atenção é uma percepção estreitada. No início era o nada, uma febre. Obsessão traz disciplina, sabia? Dashka estruturou uma ordem frouxa, não queria mais dentro, não queria mais fora, queria soprar quente e frio. “A origem não designa o devir do que nasceu, mas sim o que está em via de nascer no devir e no declínio. A origem é um turbilhão no rio do devir, e ela arrasta em seu ritmo a matéria do que está em via de aparecer.”(4) Acho que foi tudo um acidente, mas enfim, fico ciscando por aí para ver se encontro um primo meu.

 

 

 

  1. BECKETT, Samuel. O inominável. Editora 34, 2012.
  2. DE MORAES, Marcelo Jacques. Georges Bataille e as formações do abjeto. Disponível na internet via https://periodicos.ufsc.br/index.php/Outra/article/viewFile/12586/11753
  3. Disponível na internet via https://pt.wikipedia.org/wiki/Nigredo
  4. BENJAMIN, Walter, Origine du drame baroque allemand (1928), trad. S. Muller, Paris, Flammarion, 1985, pp.43-4 citato por Georges Didi-Huberman, O que vemos o que nos olha, editora 34, 2013, pp. 170